Dia da gestante: Cuidado e atenção em dobro.

Entenda melhor sobre esse momento

No dia 15 de agosto é comemorado o dia da gestante, uma data feita exclusivamente para trazer mais atenção aos cuidados que toda grávida precisa para uma gestação saudável e sem preocupações. Com isso, entender melhor todo esse ciclo de cuidados e consultas é essencial para que o bebê tenha as melhores condições de desenvolvimento. 

Os exames pré-natal tem extrema importância em todo esse processo, feitos para acompanhar a gravidez da mãe junto ao médico, eles têm um papel fundamental na saúde do bebê. Com diversos tipos de procedimentos, que tal entender melhor sobre esses cuidados essenciais?

Cuidado nos primeiros meses

Com os primeiros meses de gestação, a gestante já vem sentindo muitas mudanças no seu corpo, tanto de forma física quanto psicológica. Os 3 primeiros meses têm extrema importância para o desenvolvimento do feto, é a partir desse período que a produção de hormônios cai e a placenta começa a se formar junto com a criança. 

Além disso, é necessário que se tenha desde já um acompanhamento médico e zelo maior em relação ao esforço físico e lesões na barriga, já que, nesses primeiros meses existe uma facilidade maior de aborto espontâneo e má formação por carência de nutrientes. Por isso, nesse começo do processo é necessário fazer uma série de exames para conferir a nutrição. 

Mesmo tendo toda essa carga, os outros meses de gravidez também têm suas importâncias e singularidades. No quarto mês a grávida já vai sentir menos enjôos, o bebê já está crescendo bem rápido, tendo batimentos cardíacos duas vezes mais acelerado que o da mãe e, com isso, se movimenta muito mais. Já na reta final, a barriga vai estar bem maior e pesada, a presença do pai e da família é essencial para que a grávida não passe por essas situações sem um apoio.

A importância do Pré-natal. 

Sendo essencial para assegurar a saúde da mãe e do neném, os exames pré-natal precisam ser seguidos com responsabilidade. É comum que as pessoas tenham algum preconceito e medo em relação a esse tipo de procedimento, mas vamos explicar melhor qual a importância deles e o porquê. 

Basicamente, os exames pré-natal ajudam a acompanhar a saúde do feto e da mãe ao mesmo tempo, assim, se alguma doença ou complicação for observada, ela conseguirá ser tratada com antecedência, garantindo uma gestação tranquila e sem complicações maiores. Em alguns casos, as gestantes podem enfrentar complicações durante a gravidez e o parto e até mesmo desenvolver doenças como diabetes gestacional ou pré-eclâmpsia.

Além desses fatores ‘físicos’, os médicos também conseguem aconselhar as grávidas em relação aos fatores psicológicos, por exemplo: o que esperar da gravidez ou como agir durante esse período. Tudo isso, são coisas relevantes para melhor a saúde psicológica de qualquer mãe. 

Quando começar o pré-natal? 

O pré-natal deve começar a partir do momento que a mulher descobre que está grávida! Assim, todo o processo de gestação será bem acompanhado. Os exames devem ser feitos 1 vez por mês até às 28 semanas de gestação, a cada 15 dias entre a 28° semana até a 36° semana e semanalmente a partir da 36° semana em diante.

O pré-natal é um direito de toda gestante e pode ser realizado nos postos de saúde, hospitais ou clínicas particulares ou públicas. Durante essas consultas a mulher também deve buscar se informar sobre os procedimentos e preparativos para o parto, procure também conselhos do médico em relação a saúde psicológica, ponto muito importante para uma boa gestação. 

Como é feito o pré-natal? 

Para a consulta do pré-natal, é analisado alguns fatores básicos, como: 

  • O peso;
  • A pressão sanguínea;
  • Sinais de inchaço das pernas e dos pés;
  • A altura uterina, medindo a barriga verticalmente;
  • Os batimentos cardíacos fetais;
  • Observar as mamas e ensinar o que se pode fazer para prepará-las para a amamentação;
  • O boletim de vacina da mulher para dar as vacinas em falta.

Se existir algum incômodo, é essencial que seja relatada ao médico com antecedência, para que ele analise a situação. Durante a consulta pré-natal, o médico também avalia se a gestação é de baixo ou alto risco a partir da avaliação da presença de doenças.Assim, a partir dessa avaliação inicial, o médico pode indicar algumas medidas para diminuir o risco da gestação e promover a saúde da mulher e do bebê. 

Fique ligada!

O dia da gestante existe para trazer uma maior consciência para essa fase tão especial da vida. Mesmo sendo um momento mágico, a gestação precisa ser tratada com muita seriedade e cuidado. Então, não se descuide e marque todos os seus exames, para garantir sua saúde e a do seu bebê. 

3 thoughts on “Dia da gestante: Cuidado e atenção em dobro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *